A remoção de derrames com o equipamento LFS B200 é feita através da condução de um feixe de laser diodo
no derrame ou rosácea fazendo com que o vaso seja reabsorvido pelo organismo.
A escleroterapia origina uma reação local na variz que permite a sua reabsorção
permanente e definitiva.
O aparecimento de novos raios ou derrames é uma realidade, no entanto, isso
acontece devido à doença venosa em causa, mas nunca nos derrames já tratados. Importa,
assim, referir que a doença venosa é uma doença crónica e evolutiva, na qual a vigilância e cuidados
permanentes são essenciais no resultado clínico e estético futuro, evitando o agravamento rápido da
doença.

Laser Vascular

Tratamentos relacionados